Documentário “Embu – Terra das Artes” aborda prejuízos ao meio ambiente com Corredor Empresarial

Que conflitos e ameaças pode deflagrar um Plano Diretor equivocado a uma cidade? É esse o tema do Documentário “Embu – Terra das Artes”(2012),  de FILME-EMBU-TERRA-DAS-ARTESFátima Seehagen, que aborda os danos que o município pode sofrer a partir da revisão do Plano Diretor. Com um patrimônio artístico e ambiental reconhecido internacionalmente e uma trajetória de lutas de sua população para preservar o meio ambiente, Embu das Artes pode sofrer terríveis mudanças em seu ecossistema com a proposta de um corredor empresarial que atravessará a APA (Área de Preservação Ambiental) Embu Verde.

Essa região, de densa Mata Atlântica, fauna e flora riquíssimas, faz parte da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo. A criação de um corredor empresarial induz a ocupação com galpões e indústrias em meio a importantes remanescentes florestais, prejudicando também importantes mananciais, destacando-se os rios Embu Mirim e Cotia. Esse novo Plano Diretor compromete, não apenas as últimas áreas verdes do município, como a sobrevivência do núcleo de arte na região.

O documentário reafirma a vocação da cidade de Embu das Artes – SP, estância turística de grande valor artístico, em contraposição com uma sequência de intervenções político/administrativas que comprometem não apenas esta vocação da cidade, como áreas de proteção ambiental, os mananciais dos sistemas Alto Cotia e Guarapiranga e, consequentemente, o abastecimento de água para 6,6 milhões de pessoas na região metropolitana de São Paulo.

Assista ao documentário na integra no site do Curta DOC, tradicional portal de curta metragens:

http://curtadoc.tv/curta/artes/embu-terra-das-artes/