“Olímpiada do Saneamento” é encerrada com desafios cumpridos e objetivos alcançados

Projeto online e gratuito para crianças e adolescentes de Embu das Artes teve ampla participações e pode ocorrer com novas ações e parcerias em 2021.

Em 2020, a “Olímpiada do Saneamento”, desenvolvida pela Sociedade Ecológica Amigos de Embu (SEAE) teve que enfrentar grandes obstáculos por conta da chegada da Covid-19, contudo, os idealizadores, professores e comunidade conseguiram se reinventar e continuar a aplicação da ação por meio da internet. Um desafio que parecia ser gigante, na realidade, otimizou as atividades e proporcionou resultados positivos, inclusive uma maior inclusão, que rendeu 50 participantes diretos e três mil indiretos, que acessaram via redes sociais.

Como o projeto foi aplicado com o objetivo de promover conscientização e incentivo ao saneamento básico aplicado de forma correta, ao final de todas as atividades, prêmios foram concedidos aos envolvidos na iniciativa. Portanto, cinco escolas estaduais tiveram seus alunos premiados, que são: Sabrina Silva Soares, vencedora da melhor ilustração de um ambiente melhor no futuro, e Laryssa Silva Santos, pela fotografia mais aclamada por que fez registro de mananciais, a fim de simbolizar a água como fonte da vida. Ambas alunas são da E. E. Madre Odette de Souza Carvalho.

Ainda foram ressaltados os vencedores dos vídeos com maior qualidade, sobre temas pertinentes, como “O que seria de nós sem água”, “Poupar água é necessário”, “O que é saneamento básico” e “Nascente Rio Embu Mirim (Paratodos)”. As escolas estaduais gratificadas, consecutivamente, foram: Dona Maria Nélida Sampaio de Mello, Madre Odette de Souza Carvalho, Dr. Eduardo Vaz e Tadakiyo Sakai.

No encerramento do projeto, o qual foi virtual, os orientadores das ações aplicaram um quiz, também com intuito de premiar o aluno que mais acertasse. Como houve empate, os ganhadores foram Letícia Cristina e Miguel Costa Ribeiro, aluna da instituição Dona Maria Nélida Sampaio de Mello, e Micael Silva Souza que estuda no colégio Dr. Eduardo Vaz.

A ocasião contou com 15 palestras sobre água, saneamento, energia e vida, com participação da SABESP e sua analista de gestão em comunicação e educação ambiental – Luzia Helena Almeida. Estiveram também presentes a comunidade de Taboão da Serra, São Paulo, Itaboraí, Mairinque, Itapecerica da Serra e Embu das Artes. Ressalta-se que os conteúdos foram disponibilizados para todas as escolas via online, após o evento.

“Por ser um encontro virtual, conseguimos reunir 51 pessoas, de diferentes locais do Brasil, como São Paulo, São Roque, Manaus, Aracaju, Belo Horizonte, Belém, Rio de Janeiro, Recife e Goiás. Além disso, ressalto que 92% do público participante foi composto por mulheres”, informa Inara Siqueira, educadora ambiental e bióloga.

A fim de apresentar assuntos relevantes sobre o assunto, foram abordados os seguintes assuntos:

  • Água e a Bacia Hidrográfica, apresentada por Wagner Ramalho do Trata Brasil.
  • Resíduos Sólidos e Agroecologia, descrita por Jorge A. O. Pinto que é engenheiro Agrícola que atua na área de planejamento agrícola e elaboração de Planos de Controle Ambiental.
  • Uso Consciente e Reuso da Água, conduzida por Cesar Pegoraro, um biólogo, educador socioambiental, permacultor e ativista.
  • Preservação e Mata Atlântica, por Renato Gonda: Formado em letras, que atua no campo da educação, políticas públicas e meio ambiente
  • Culta, arte e meio ambiente, trabalhada por Rodolfo Almeida, presidente da SEAE, mediador e palestrante de “Saneamento Ecológico”, unido à Inara Siqueira – Educadora Ambiental/Bióloga e organizadora do projeto.

Para que a “Olímpiada do Saneamento” continuasse durante a pandemia, a Sociedade Ecológica Amigos de Embu recebeu apoio e parcerias de entidades importantes que foram: Fundo CASA Socioambiental, Diretoria de Ensino de Taboão da Serra (Núcleo Pedagógico – Governo do Estado de São Paulo), SABESP, SOS Mata Atlântica e Apiário Embu – Cidade das Abelhas.

Ao todo, foram 10 escolas participantes, as quais recebiam visitas antes da pandemia. Contudo, a partir das recomendações do Ministério da Saúde e OMS, os atendimentos passaram a ser virtuais, o que resultou numa queda de participação, chegando à metade. Por isso, cinco instituições foram atendidas e premiadas.

“A finalização do projeto foi um desafio com objetivos alcançados e participação positiva, principalmente da comunidade escolar durante o enfrentamento da pandemia. Iniciamos 2021 com resultados empolgantes e almejamos novas ações e parcerias para este ano”, esclarece Rodolfo Almeida, presidente da SEAE.

Derivada da “Olímpiada do Saneamento”, a “Cartilha Jardim Filtrante” está disponível gratuitamente por meio do site www.seaembu.org/saneamento-ecológico.

Clipping: http://www.direitoenegocios.com/olimpiada-saneamento/?fbclid=IwAR3ktzLiueHr-VVZWux7FnaFHmYDl41OT35rQ73lvDkeS6jPfG3397lUMZE

“Olímpiada do Saneamento” é reinventada na pandemia e se torna online

Medida enfrenta desafios por falta de estrutura e, ao mesmo tempo, ganha benefícios em comparação à atuação presencial

A “Olimpíada do Saneamento: jovem ativo na sua comunidade” é um projeto desenvolvido pela Sociedade Ecológica Amigos de Embu (SEAE), que obteve apoio do Fundo Casa Socioambiental, entidade que auxiliou fortemente no início da jornada. A iniciativa tem o objetivo de conscientizar alunos das escolas públicas de Embu das Artes sobre a importância do saneamento e promover maior envolvimento por meio da educação ambiental e proteção dos mananciais. Por isso, suas duas primeiras fases, ainda presenciais, incluíram a mobilização social e a produção de material temático sobre o tema.

Com essa nova fase, no modo online, os principais obstáculos enfrentados pela SEAE, alunos, professores e comunidade foram as alterações no cronograma para se encaixar às aulas remotas, dificuldade no acesso ao material por falta de rede e equipamentos eletrônicos, além da situação de vulnerabilidade de alguns participantes, que criou mais um contratempo na rotina. “Contudo, a situação nos trouxe novos pontos de vista e um alcance maior, por incrível que pareça”, esclarece Inara Siqueira, educadora ambiental e bióloga.

Já os principais pontos positivos de aplicar as medidas virtualmente são o incentivo dos alunos e professores por meio de premiações virtuais, acesso gratuito aos encontros virtuais, sem precisar gastar com transporte e disponibilização das aulas gravadas, o que facilita o aprendizado a qualquer momento.

“Conseguimos alcançar profissionais e pessoas interessadas pelo curso Educação ambiental para o saneamento e a saúde, mas não somente de Embu das Artes e Taboão da Serra, como também de outras localidades de São Paulo”, informa Rodolfo Almeida, presidente da SEAE.

Ao todo, foram cinco escolas estaduais do Estado de São Paulo, que foram Madre Odette Souza Carvalho, Tadakiyo Sakai, Irmã Iria kunz, Dona Maria Nélida Sampaio de Mello e escola Dr Eduardo Vaz. Durante a primeira tarefa, os alunos formaram as equipes EcologicaMentes, Tadakinhos, Sanea Iria, Equipe Nélida cuida da natureza e Zem. Na segunda etapa, os grupos se empenharam em fotografar e ilustrar sobre a temática da iniciativa. Já na terceira fase, todos foram convidadas a produzirem vídeos sobre água e saneamento, os quais foram entregues no final de novembro.

O projeto termina em 10 de dezembro de 2020, às 14 horas, com a realização da olimpíada do saneamento e apresentação dos resultados alcançados, que acontecerá em um evento online com junção das escolas participantes, uma competição e apresentação para a comunidade. A SEAE e participantes convidam a todos para assistirem à final de forma online.

Para saber mais sobre a Olimpíada do Saneamento, acesse: https://seaembu.org/projetos/em-andamento/projeto-olimpiada-do-saneamento-jovem-ativo-na-sua-comunidade/

 

Clipping: https://gazetadasemana.com.br/noticia/29969/olimpiada-do-saneamento–e-reinventada-na-pandemia-e-se-torna-online

Carta compromisso ambiental eleição 2020

A Associação Zona Oeste Cidadã – O Observatório, Sociedade Ecológica Amigos do Embu (SEAE) e Movimento Transition Granja Viana elaboraram um Manifesto Social e AMBIENTAL (MS) para garantir o compromisso dos candidatos ao pleito político municipal da região Sudoeste de SP.

Todo candidato que deseja se posicionar e comprometer com essas questões pode assinar o compromisso aqui e ter seus dados divulgados para a população e associações que estão acompanhando e apoiando o movimento.

Nos objetivos centrais desse manifesto estão inclusas as obrigações quanto à elaboração de políticas públicas, à conservação e preservação do meio ambiente e à eficiência do setor público.

Abaixo relacionamos os dados dos candidatos que assinaram até a data de 28/10/2020 na ordem em que foram recebidos.

Nome Completo Cidade Cargo a que se Candidatou Partido Numero Perfil/Site
VANESSA ADERALDO DE SOUZA Embu das Artes Vereador CORAGEM PARA RENOVAR 65922 Link
Marcia Catunda Cotia Vereador Partido Verde 43016
LYLIAN MARTINS SILVA Cotia Vereador PSC 20222
MARIA GORETI CAMARANO Cotia Vereador PARTIDO VERDE 43333 Link
Otavio Silva Rodrigues (Mandato Coletivo Garantia de Luta) Embu das Artes Vereador PT 13013 Link
Adriana Maria Madeira Abelhao Itapecerica da Serra Vereador Psol 50505 Link
Abidan Henrique da Silva Embu das Artes Vereador PDT 12012 Link
Dr Almir Embu das Artes Vereador PSDB 45600 Link
Iunar Cristina do Nascimento Embu das Artes Vereador PDT/PODEMOS 19005 Link
Euclides Marçal de Souza Embu das Artes Vereador PROS/Coragem para renovar Embu das Artes PT/PCdoB/PROS/PSOL 90433 Link
Joao Caetano Paixão EMBU DAS ARTES – SP Vereador PROS-90 90 Link
Paulo Sergio Generoso COTIA Vereador PSD 55 Link
Ivan Tuber Embu das Artes Vereador PODEMOS 19001 Link
Andre Alcantara Cotia Vereador PMN 33 Link
Adalton Moreira de La Torre Embu das Artes Vereador PSL 17 Link
Ricardo Antonio Marcusso Carapicuiba Prefeito PSOL 50 Link
Halana Macale de Deus de Souza Embu das Artes Vereador PROS 90555 Link
Maria Carolina Luiz Rubinato Cotia Vereador PSOL 50007 Link
Patricia Oliveira Antoniolli Embu das Artes Vereador PT 13009 Link
Rochinha Mandato Coletivo Embu das Artes Vereador PDT 50007 Link
Peter Motta Calderoni Embu das Artes Vereador MDB 15 Link

SEMANA DO MEIO AMBIENTE 2020

Vamos ter vários convidados e muito conhecimento para compartilhar com muito bate papo!

Pronto para curtir a semana do meio ambiente?
Quer saber das novidades?
Curtir as lives ai do seu cantinho?

Então é só seguir a @SEAEMBU no Instagram, Youtube e Facebook que teremos programação especial de 1 a 5 de junho🤩

Live 1 – Abertura da Semana do Meio Ambiente e bate papo com Demis Lima 01/06/2020

Live 2 – Semana do Meio Ambiente e bate papo com Cesar Pegoraro 02/06/2020

Live 3 – Semana do Meio Ambiente e bate papo com Rodrigo Mendes 03/06/2020

Live 4 – Semana do Meio Ambiente e bate papo 04/06/2020 com Adriana Abelhão, Gilberto Natalini e Carlos Bocuhy 04/06/2020

Live 5 – Semana do Meio Ambiente e bate papo com Cristina Brasileira 05/06/2020

#seaembu#seae#semanadomeioambiente#educação#educacaoambiental#saneamentoecologico#agriculturabiodinamica#embudasartes#mataatlantica#fauna#faunamataatlantica

PROCESSO SELETIVO – SEAE

Gostaríamos de convidá-los para fazer parte da equipe! O projeto de educação ambiental em desenvolvimento tem como tema o saneamento ecológico, com duração prevista de 3 a 4 meses na região de Embu das Artes. Interessados em participar do processo, por gentileza, enviar o seu currículo até 18/02/2020 para vagas de oficineiro/educador ambiental para o e-mail contato@seaembu.org.

ELEIÇÃO 2019 PARA O CONSELHO APA EMBU VERDE:

A Eleição da APA Embu Verde está chegando! 

Você precisará votar em 10 candidatos de diferentes seguimentos. A lista completa com todos inscritos está no site da Prefeitura, mas nós separamos aqui nomes de candidatos comprometidos com o meio ambiente que podem fazer a diferença.

Leve suas anotações para facilitar na hora do voto: 

Segmento ONG´s e OSCIP´s: 

Associação Ecológica Amigos de Embu (AEAE/SEAE);

Casa de Cultura Santa Teresa;

Associação de moradores:

Associação Amigos das Chácaras Bartira;

Associação dos Amigos do Parque das Arte;

Entidade categoria classe (outros):

Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); 

Representantes da População:

Ricardo Moraes Simi;

Francisco Carlos Maia Muniz Mourão;

Sidnei Selegrine;

Edgard Henrique Ricco.

 

Conselho Gestor da APA Embu Verde 

A Área de Proteção Ambiental (APA) Embu Verde terá nova gestão para o próximo biênio. As eleições para que os novos membros ocupem os cargos está prevista para o dia 21 de dezembro, das 09h às 16h na Escola Municipal Valdelice Aparecida Medeiros Prass, localizado na Av. Aimará, 920 – Parque Pirajussara – Embu das Artes – São Paulo.

Os candidatos são representantes da população local e também entidades de sociedade civil. O eleitor deverá escolher 10 concorrentes de sua confiança para compor o novo Conselho, de acordo com a distribuição de vagas:

  1. a) 2 (dois) Organizações da Sociedade Civil de Interesse Publico – OSCIPs ou Organizações não Governamentais ligadas a defesa do meio ambiente e de fomento para o desenvolvimento sustentável, com atuação no Município;
  2. b) 2(dois) Associações de moradores com atuação no Município;
  3. c) 1(um) Entidade de categoria de Classe ou associações de ensino e técnico-científicas;
  4. d) 1(um) Entidades Empresariais com atuação no Município;
  5. e) 4(quatro) Representantes da população residente e domiciliada no Município.

Para votar, é necessário ter o título de eleitor devidamente atualizado e registrado em Embu das Artes.

DECRETO NÚMERO 1869 DE 18 DE NOVEMBRO DE 2019. 

 

RESUMO

O QUE: Eleição do Conselho Gestor da APA Embu-Verde.

QUANDO: 21/12 (sábado) das 09h às 16h.

ONDE: Escola Municipal Valdelice Aparecida Medeiros Prass, localizado na Av. Aimará, 920 – Parque Pirajussara – Embu das Artes – São Paulo.

REQUISITOS: Ter o título de eleitor em Embu das Artes e portar documento de identificação com foto. 

 

QUER CONHECER MAIS SOBRE O ASSUNTO?

Sobre a APA Embu Verde

Confira mais informações sobre a APA Embu Verde

Sobre a SEAE

Criada por moradores na metade da década de 70, a SEAE atua na preservação ambiental de Embu e região, para estimular e ampliar os processos de transformação socioambiental, cultural e econômica, por meio de processos educacionais participativos e inclusivos, fomentando a atuação em políticas públicas, visando a conservação, recuperação e defesa do meio ambiente.

Precisando de horas complementares para sua graduação?

Quando você ingressa em uma graduação, além das diversas atividades previstas na grade curricular, geralmente são solicitadas atividades complementares com uma carga horária pré determinada, que visam garantir mais experiências ao currículo do estudante, de ensino e aprendizagem, tanto no âmbito profissional, como social e pessoal.

Na SEAE é possível desenvolver e participar de diversas atividades e ações como voluntário. Por exemplo, a participação nos projetos, palestras, oficinas, auxílio nas atividades administrativas e ainda, como o estágio voluntário. Conforme a sua participação disponibilizamos o certificado de participação, que agrega ao participante um diferencial no currículo e ainda promove a realização pessoal.

Interessados em participar e conhecer a ONG entrem em contato e venha nos fazer uma visita, e seja um voluntário na SEAE!

Frente ambientalista da grande São Paulo

A Frente ambientalista dos municípios de Embu das Artes, Cotia, Itapecerica da Serra, Embu Guaçu e zona Sul de São Paulo compareceram na audiência publica da revisão da Lei da Guarapiranga. Movimentos ambientais e de moradia deixaram claro que estão juntos para por fim a grilagem, ocupação irregular e degradação dos mananciais!